O que o glitter que você usa no Carnaval tem a ver com o oceano?

As pequenas partículas brilhantes que adornam o corpo dos foliões são feitas de plástico, material que não é biodegradável. Depois da folia, o glitter, que antes era brilho, escorre ralo abaixo e as partículas, pequenas demais para serem filtradas no sistema de tratamento de esgoto, acabam parando em rios e mares.


O plástico é o maior poluente do oceano. E o glitter é um "microplástico". Nem todas têm o tamanho que o glitter tem originalmente: parte delas são grandes produtos de plástico que chegaram a esse tamanho depois de sua deterioração por forças mecânicas no oceano ou radiação solar.

O perigo das partículas de microplástico no oceano é que podem ser ingeridas pela fauna marinha. Os microplásticos, ingeridos por organismos como plânctons, ostras e mexilhões, podem afetar seu crescimento e atrapalhar sua alimentação como um todo - e consequentemente impactar toda a cadeia de alimentação.

Plânctons, por exemplo, são um alimento dos peixes, que, por sua vez, alimentam os humanos.



Foto de Amber Lamoreaux no Pexels


Qual a possibilidade de solução?

Embora não tenha sido proibido, o glitter também entrou no escrutínio público. Empresas no Brasil e no mundo começam a fabricar glitter biodegradável a partir de celulose, também metalizada com uma camada de alumínio.

Sherri Mason é professora de química da Universidade do Estado de Nova York em Fredonia e especialista em poluição de plástico em ecossistemas aquáticos, e observa que, embora seja uma iniciativa positiva, " o glitter biodegradável não dará conta da demanda que temos". Por isso, ela alerta que é necessário reduzir o uso de glitter."


"O glitter é uma parte do problema. E se está chamando atenção para o problema maior, então ótimo”, afirma a professora.


Pequenas atitudes, grandes mudanças!


Neste carnaval, fale sobre o problema do plástico com as pessoas que te cercam: glitter, copos e garrafas descartáveis.

Fale também sobre manter o nosso planeta mais limpo: praias, campos e cidades urbanas. Cada um de nós tem papel fundamental na manutenção do nosso planeta!


por Fabiana Braz

Professora de Química do Ensino Médio


Texto com base na matéria da BBC News Brasil | Como seu glitter no Carnaval chega aos peixes no Oceano

27 visualizações